INFORMAÇÕES

NOTÍCIAS DO SUL DO PARÁ, TOCANTINS, MATO GROSSO E MARANHÃO

quarta-feira, 10 de junho de 2009

Conceição do Araguaia investe em Aquicultura

Nos dias 02 a 04 de junho foi realizada nos Projetos de Assentamentos (Bradesco, Joncon e perímetro urbano) a criação do Projeto de Aquicultura, com os aquicultores e produtores rurais interessados em desenvolver a atividade na região.
A iniciativa foi da Prefeitura municipal através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, SEBRAE, Coopvag, Banco da Amazônia e Emater.
A Aquicultura iniciou a atividade com os Piscicultores Aldo Buratti e Emanoel do Supermercado Vitória, no ano de 1985, analisando uns tanques a partir de escavações aleatórias, começou a fazer pesquisas com espécies do Rio Araguaia, o mesmo buscou informações sobre a atividade em vários centros de pesquisas e alguns criadores de outras regiões.Em 1994 iniciou-se a primeira experiência nos PA, através do PDH –(Projeto de Desenvolvimento Humano) com implantação de Tanques Comunitários, com o Sr. Moacir Borges (gordo) e Sr. Atarcisio Soares no PA Curral de Pedras.Em 1998 com a instalação do Projeto Lumiar iniciaram as atividades em vários pontos do município incentivados pelas experiências passadas do Sr. Jovelino Ferreira e acompanhada pela Copatiorô.
Com a visita dos técnicos do Basa em 2000, avaliaram as experiências bem sucedidas na região. O agente financiador começou a liberar recursos para o setor ampliando o número de pessoas envolvidas nas atividades. No ano de 1997 foi criada a primeira associação de piscicultores do município, a mesma se extinguiu no ano de 2000, no ano de 2004 houve uma nova tentativa de organizar os piscultores em uma associação sendo que neste momento iniciando um projeto de Tanques Redes no rio Araguaia, que funcionou até o ano de 2006.
Atualmente existe no município de Conceição do Araguaia, cerca de 100 produtores exercendo a atividade de piscicultura na região, o que representa uma demanda anual aproximada de 300 mil alevinos, e uma produção de 150 toneladas de kg de peixes por ano. Em 2003 a coopvag iniciou uma experiência com tanque rede, depois com tanque escavado. Os produtores José Eurípedes e Gentil, Luis Berto e Bira Parreira começaram as atividades em suas propriedades. (o tanque escavado foi construído com recurso próprio).
Atualmente a aquicultura conta com aproximadamente 16 produtores com 50 mil alevinos gerando pelo menos oito toneladas de peixes. O projeto tem como objetivo desenvolver e potencializar a atividade aquicola com sustentabilidade econômica, social e ambiental na região do município de Conceição do Araguaia, para implementação de inovações tecnológicas, gestão, aumento da produção, melhoria da produtividade, qualidade e comercialização.