INFORMAÇÕES

sábado, 6 de junho de 2009

Professores continuam em greve no Pará

Em Redenção, apenas a Escola Maria Benta está tendo aulas parcialmente. As escolas Palma Muniz e Deuzeuita Queiroz mantêm a greve.
O Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Pará (Sintepp) deve entrar,na segunda-feira, com recurso de agravo de instrumento, no Tribunal de Justiça do Estado(TJE), contra a liminar do juiz da 2ª Vara da Fazenda da Comarca de Belém, Marco Antonio Castelo Branco, que considerou a greve dos professores abusiva, na última quinta-feira.
De acordo com o setor jurídico do Sintepp, o sindicato não tem como custear a multa que será aplicada por descumprimento da decisão judicial, em R$ 20 mil por dia. Após mais uma rodada de negociação, sem sucesso, entre a Secretaria Estadual de Educação e representantes dos professores, a categoria decidiu continuar com a greve que já dura um mês.
Segundo o coordenador do Sintepp, Eloy Borges, as negociações não avançaram.