INFORMAÇÕES

NOTÍCIAS DO SUL DO PARÁ, TOCANTINS, MATO GROSSO E MARANHÃO

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Pró-Carajás fecha ponte em Marabá


Assim que chegaram da cidade de Marabá, na manhã da última terça-feira (17) onde participaram de maneira decisiva no manifesto pela aceleração da votação do plebiscito para a divisão do estado do Pará e a criação do estado co Carajás-, os vereadores de Conceição do Araguaia fizeram uma rápida reunião e formaram uma comissão e se dirigiram à Brasília onde se reuniram com o presidente da Câmara, Michel Temer. Esse encontro era o principal objetivo da manifestação e foi encarado como uma vitória pelos parlamentares de Conceição do Araguaia. “Saímos daqui – Conceição do Araguaia- dispostos a estender o manifesto quantos dias fossem necessários. O Congresso Nacional precisa dar uma resposta ao povo do sul do Pará e votar em regime de urgência, o projeto de lei que autoriza o plebiscito que vai decidir pela divisão ou não do Estado do Pará”, declarou o vereador Edilson Silva, presidente da Câmara de Conceição e um dos principais articuladores do movimento.
Além de Edilson Silva, fizeram parte da comissão que foi à Brasília o vereador Aurélio Milhomen e a vereadora Evanilza Marinho.
Quase dez horas de paralisação
A manifestação durou quase dez horas e bloqueou a ponte rodoferroviária sobre o rio Tocantins, no município de Marabá impedindo a passagem de veículos leves e pesados e trens da mineradora Vale. O movimento foi articulado pelo Comitê Regional que defende a divisão do Estado do Pará e a consequente criação do Estado de Carajás através da emancipação do sul e sudeste do Pará, só aconteceu devido à participação e liderança efetiva dos vereadores de Conceição do Araguaia, inclusive, os parlamentares conceicionenses mobilizaram o maior número de pessoas que se deslocaram de Conceição do Araguaia em dois ônibus lotados.
Como se esperava, em pouco mais de uma hora, o congestionamento formou uma fila de mais de 10 quilômetros. Ficou definido pela comissão que a liberação do trecho só iria acontecer quando o presidente do Congresso Nacional senador José Sarney ou o presidente da Câmara Federal, Michel Temer se comprometessem em receber uma comissão representante do Comitê Regional Pró-Carajás. Por volta das 14h o deputado federal Asdrúbal Bentes (PMDB-PA) chegou ao local do manifesto de onde conseguiu manter contato com o deputado federal Michel Temer que prometeu receber uma comissão do comitê pró-Carajás para discutir o assunto. Diante do compromisso firmado, os manifestantes resolveram desbloquear a ponte.
Participaram do manifesto os vereadores Itamar Machado “Cotão” (PT), Aurélio Milhomem (PMDB), Professor Carlos de Jesus (PPS), Zacarias Ferreira (PSDB), João Wanderley “Maguila” (PMDB), Evanilza Marinho (PSC), Maria Olinda (PT) e Edilson Silva (PSC). O vereador Divino José (PT) assumiu a presidência da câmara interinamente. (Colaboração: Nildo Monteiro)