INFORMAÇÕES

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

Falta de sangue preocupa Hemopa de Redenção


O Hemocentro Regional de Redenção continua com o estoque de sangue em baixa. Apenas cerca de seis doadores tem comparecido à unidade por dia, bem menos da metade do mínimo estipulado como ideal para atender a demanda regional, que inclui, além da unidade local, uma agência transfusional em Conceição do Araguaia, outra em Santana do Araguaia e o Hospital Regional de Redenção.

O baixo número de doadores que tem comparecido ao Hemocentro preocupa. Isso porque, das bolsas recebidas pelo estoque, a maioria corresponde a doações feitas pelo Hemocentro de Belém.

O tipo O negativo, por exemplo, que é um dos mais procurados, está com 12 bolsas no estoque, sendo que a quantidade considerada como aceitável dessa tipagem sanguínea seria de 20 bolsas. Os tipos O e A positivos também estão abaixo do estoque mínimo de 52 bolsas de cada tipagem.

A bioquímica Magda Adorno Lima, explica que um dos motivos para a baixa no banco de sangue do Hemopa de Redenção, seria o fato de a população não está tendo uma conscientização em termo de doação de sangue. Segundo ela, por mais que o Hemopa convide as pessoas para fazer a doação, nem sempre o pedido é aceito.

Outro fator seria está relacionado às férias escolares e viagens de final de ano. Só para se ter uma idéia, no final de 2009, as doações no Hemopa de Redenção caíram cerca de 70%, o que praticamente zerou o estoque do banco de sangue da unidade. Para tentar reverter esse quadro negativo, a direção do Hemopa está convidando através de telefonemas, os doadores cadastrados no órgão. “Fazemos um apelo aos doadores para que compareçam ao Hemocentro e façam a doação de sangue. Só assim poderemos atender a demanda e ajudar a salvar vidas”, disse Magda. Carnaval – De acordo com Magda Lima, a preocupação com o estoque reduzido de sangue aumenta ainda mais devido à aproximação do período de Carnaval, que acontece de 13 a 16 de fevereiro. Por esta razão, segundo ela, aumenta a necessidade de reforçar o banco de sangue do Hemocentro.

Localizado na avenida Santa Tereza, Centro, o Hemocentro de Redenção atende de segunda a sexta das 7h às 13h. O telefone para informações e agendamentos de doações é o 3424-4099 ou 3051.

Saiba o que é preciso para ser um doador: Para ser um doador é preciso ter idade entre 18 e 60 anos de idade; pesar acima de 50 quilos; não ter nenhuma doença grave, nem infecta contagiosa. Os homens podem fazer até quatro doações por ano, num intervalo de 2 a 3 meses. Já as mulheres, podem doar sangue até três vezes a ano, num espaço de tempo de 2 a 4 meses. (Colaboração: Paulo Carrion)