INFORMAÇÕES

NOTÍCIAS DO SUL DO PARÁ, TOCANTINS, MATO GROSSO E MARANHÃO

quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

Rio Maria: Vereador Gisvaldo Gratão volta a assumir o cargo


O vereador Gisvaldo Gratão (DEM) assumiu novamente o cargo no último dia 28 de dezembro. A Câmara de Vereadores votou novamente sua justificativa por não ter tomado posse dentro do prazo hábil no início deste ano pelo motivo de estar preso acusado de envolvimento na morte do ex-prefeito Agemiro Gomes. A sessão ocorreu no dia 24/12 sendo que Gisvaldo foi aceito pela maioria dos colegas com a votação de 7 a 1. Somente Josimar Gonçalves (PMDB) se absteve de votar.
A Câmara foi obrigada a votar novamente a justificativa de Gisvaldo, pois na última sessão em Janeiro de 2009 havia rejeitado sua justificativa, ato que o juiz da Comarca, Roberto Cezar Oliveira Monteiro julgou inconstitucional, determinando que a Casa de Leis refizesse o regimento interno e votasse novamente a questão. Para a Câmara está tudo resolvido e Gisvaldo finalmente poderá exercer o seu cargo, porém o suplente Raimundo Coelho poderá recorrer da decisão. Por telefone Raimundo disse que o seu partido PPS está avaliando o processo e poderá recorrer se houver condições.
ENTRA E SAI – Em 20 de Janeiro a Câmara rejeitou a justificativa do vereador e deu posse ao suplente, dias depois Gisvaldo conseguiu um mandato de segurança e retornou ao cargo. Em 05 de Novembro o Juiz Dr. Roberto Cezar Oliveira Monteiro profere sentença e anula a sessão que rejeitou a justificativa, o mandato de segurança e afasta tanto Gisvaldo quanto o suplente Raimundo Coelho, estando o cargo vago e decretando nova sessão com a mudança do regimento interno. Em 24 de dezembro a Câmara vota novamente a matéria e acata a justificativa do vereador com a mudança do regimento interno. (Colaboração: Idelson Gomes)