INFORMAÇÕES

NOTÍCIAS DO SUL DO PARÁ, TOCANTINS, MATO GROSSO E MARANHÃO

sexta-feira, 26 de março de 2010

Redenção: Adolescente que levou tiro na cabeça denuncia seu agressor antes de morrer


Um fato Inusitado abalou a população de Redenção esta semana e tornou-se um mistério para a polícia. Após levar um tiro no ouvido, uma adolescente foi dada como morta, jogada dentro de um córrego, sobreviveu e denunciou o seu agressor - autor do disparo. Depois de causar muita expectativa nas pessoas que torciam pela sua recuperação, a garota morreu na manhã de quinta-feira, 25, ao passar por uma cirurgia em um hospital da cidade.
O crime aconteceu na noite de segunda-feira, 22, em uma residência nas proximidades do Terminal Rodoviário, quando Marcela Coelho de Souza, de 16 anos, foi atingida com um tiro na cabeça, disparado por um homem conhecido até agora pela polícia, pelo apelido de “Tererê”, com quem a própria garota revelou ter uma relação amorosa.
Segundo a polícia, depois de balear a jovem, “Tererê” levou-a desacordada até ao “Córrego Porteira”, na PA-287, que liga Redenção a Conceição do Araguaia, local em que Marcela foi encontrada por funcionários da Empresa Bertim, instalada nas proximidades. Socorrida pela Polícia Militar, a garota foi encaminhada a um hospital, onde depois de medicada, entregou o autor do crime.
Conforme os médicos que atenderam Marcela, ela necessitava de um período em observação para depois passar por uma minuciosa cirurgia para retirar a bala que estava alojada em sua cabeça. Durante a operação, realizada na manhã da última quinta-feira, Marcela Coelho de Souza, não resistiu e veio a falecer, fato que deixou a população chocada pela crueldade do criminoso que após atirar na adolescente, jogou o corpo dentro do rio, na intenção de ocultar o cadáver. Até o fechamento desta reportagem a polícia ainda não teria localizado o paradeiro do autor do crime, o “Tererê”, que foi denunciado por sua própria vítima. (Colaboração: João Lopes)