INFORMAÇÕES

terça-feira, 2 de março de 2010

Redenção deve ganhar campus do Instituto Federal de Educação


Foi aprovado nesta terça-feira (02) projeto de autoria do Senador Flexa Ribeiro (PSDB-PA) que cria um 'campus' do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará (antigo Cefet), no município de Redenção, no sul do Estado. A proposta foi aprovada em caráter terminativo no Senado Federal. Assim, segue direto para plenário. Após cumprir o prazo estabelecido por regimento, será enviado para a Câmara dos Deputados.
Hoje, existem campus do Instituto em Abaetetuba, Altamira, Belém, Bragança, Castanhal, Conceição do Araguaia, Itaituba, Marabá, Santarém e Tucuruí. O Instituto possui cursos técnicos nas áreas de recursos naturais (pesca aquicultura e mineração), produção cultural e design, informação e comunicação, controle e processos industriais, infraestrutura, hospitalidade e lazer, geomática e design industrial. Além de cursos de graduação, pesquisa, inovação e extensão.
O senador Flexa Ribeiro comemorou a aprovação, que ocorreu por unanimidade. "Agradeço à atenção dos colegas do Senado, que aprovaram o projeto sem qualquer restrição. Esse Instituto será uma forma de melhorar a qualificação dos profissionais daquela região, tão dinâmica economicamente. No Governo passado, havia uma unidade municipal que tinha convênio com Governo Estadual, para ofertar cursos na área do agronegócio. Lamentavelmente, o governo estadual atual cancelou o convênio e a área está abandonada. Assim que aprovado este projeto, o Governo Federal terá facilidade em implantar o campus. Afinal, a área física está pronta. É uma questão de colocar pessoal, recuperar a área e voltar a realizar a formação profissional de uma região tão importante para o desenvolvimento do Pará, do Sul do Estado e do Brasil", destacou Flexa Ribeiro, autor da proposta.
Na defesa da aprovação, o relator, Senador José Nery (PSOL-PA), afirma que "a iniciativa do Senador Flexa Ribeiro chama a atenção do Ministério da Educação para a região Sudoeste do Pará, mais especificamente, para o Município de Redenção, que tanto necessitam do apoio federal para fazer desabrochar todo o seu potencial de crescimento", diz o texto.
Durante o debate da matéria, o senador Flávio Arns (PSDB-PR) elogiou a proposta. "São medidas dessa natureza, fruto da preocupação com a melhoria da qualidade de ensino, que podem alavancar a educação no país e nas cidades do interior", comentou Arns.
A proposta efetivamente cria os cargos de direção e as funções gratificadas necessárias ao funcionamento do novo campus. Também autoriza a dispor sobre a organização, as competências, as atribuições, a denominação das unidades e dos cargos, suas especificações e funções, bem como sobre o processo de implantação e de funcionamento do novo campus.
“O campus a que se refere esta Lei será destinado à formação e qualificação de profissionais de educação superior, básica e profissional, observadas as necessidades socioeconômicas e de desenvolvimento tecnológico dos Estados do Pará, Mato Grosso e Tocantins”, completa o texto do projeto. (Daniel Nardin - de Brasília)