INFORMAÇÕES

terça-feira, 13 de abril de 2010

TUCUMÃ: Gato Magro é assassinado por causa de R$ 80


Alexandre Vila Nova da Silva, natural de Conceição do Araguaia, foi preso pela guarnição da polícia militar de Tucumã, acusado de ter matado Sergiomar Primo da Silva, conhecido por “Gato Magro”, no “Bar dos Amigos”, em Tucumã.
Segundo o tenente PM Paulo Renato, que comandava a guarnição composta ainda pelos policiais militares sargento Pereira, Da Silva, e soldados Aguinaldo e Neilton, Alexandre havia vendido um aparelho celular para Sergiomar, pelo valor de R$ 80, e toda vez que cobrava a dívida, Gato Magro ficava zombando e dizia que não iria pagar, e ainda ameaçou dizendo que na próxima vez que a dívida fosse cobrada mataria Alexandre.
Na terça-feira (06/04), por volta das 18 horas, no Bar dos Amigos, Alexandre viu Gato Magro, e se dirigiu para sua residência e voltou ao bar armado com uma espingarda escopeta, calibre 16, e efetuou um disparo no coração de Gato Magro, que caiu sem vida agarrado a um taco de bilhar.
Após cometer o crime, Alexandre Vila Nova, saiu correndo e adentrou na casa de uma senhora de nome “Baixinha” e se escondeu debaixo da cama. Após ser chamada, a guarnição da polícia militar chegou até a residência de “Baixinha” e prendeu Alexandre, que não reagiu à prisão, e agora está à disposição da justiça. Segundo o delegado de polícia civil, José Carlos, o autor do crime não tem nenhuma passagem pela polícia. (Renildo Ferreira)