INFORMAÇÕES

segunda-feira, 3 de maio de 2010

Pará é campeão de homicídios na Região Norte


O Brasil registrou, em 2007, um total de 47.707 homicídios, número equivalente ao de toda a população de uma cidade paraense de porte médio. Desse total, 3.994 pessoas foram assassinadas no Norte do Brasil, cabendo ao Pará, com 2.204 (55,1%), mais da metade de todos os homicídios da região. Considerando que, em 1997, o número de assassinatos no Pará havia sido de 746, conclui-se que em apenas uma década houve um crescimento de espantosos 195,4%, o que praticamente triplicou o número de homicídios ocorridos anualmente no estado.
Esses dados constam no Mapa da Violência 2010, divulgado pelo Instituto Sangari Brasil, instituição que atua na área da educação em 15 países. Um dado surpreendente da pesquisa, revelado pelos números do Sangari Brasil, é o fato de que pela primeira vez desde 1979 houve um período de declínio nos índices de homicídio do país. Esse recuo se deveu a uma queda considerável no número de assassinatos no Estado de São Paulo. De 12.552 homicídios em 1997, em números absolutos, caiu para 6.234 em 2007, última atualização disponível, o que corresponde a uma retração de 50,3%.
Além do Pará, com o já mencionado incremento de 195,4% nas taxas de homicídio, entram de maneira negativa nas estatísticas da violência os Estados do Maranhão, com crescimento de 241,3%, Minas Gerais (213,9%), Sergipe (176,8%), Piauí (165,4%), Rio Grande do Norte (150,6%) e Goiás, com 105,2%. A taxa paraense, que era de 13,2% em 1997, chegou a 2007 na casa de 30,4%.