INFORMAÇÕES

quinta-feira, 15 de julho de 2010

Barcarena: Pai se recusa a dar dinheiro e é morto pelo filho

No mesmo dia em que o Governo Federal enviou um projeto de Lei ao Congresso Nacional proibindo que pais ‘corrijam’ seus filhos dentro dos preceitos de família, proibindo inclusive a palmada em crianças, um crime bárbaro chocou os moradores do município de Barcarena, que fica na mesorregião metropolitana de Belém. Um adolescente de 17 anos matou com 12 facadas o próprio pai Carlos Tavares da Conceição. O fato ocorreu na rua Almeida Moreira, no bairro Novo I, na periferia de Barcarena.

A cena do local do crime era desoladora informaram os policiais militares que foram chamados para atender a ocorrência. O homem envolto em uma poça de sangue apresentava o corpo dilacerado pela violência praticada pelo próprio filho que acabou “apreendido” pela Polícia Militar.

O fato ocorreu no início da manhã de quarta-feira (14) no pequeno barraco da família, na Rua Almeida Moreira, e segundo a confissão feita pelo “menor” ao subtenente Alacir, do Destacamento da Polícia Militar em Barcarena, foi motivado por um extremo ódio que sentia pelo pai. É que Carlos não teria dinheiro para satisfazer as vontades pessoais do adolescente.

O criminoso contou friamente em depoimento, na Delegacia de Polícia Civil de Barcarena, os detalhes do crime que culminaram na morte de Carlos, que por 17 anos lutou para dar sustento digno à família, trabalhando no que podia. (Diário do Pará)