INFORMAÇÕES

NOTÍCIAS DO SUL DO PARÁ, TOCANTINS, MATO GROSSO E MARANHÃO

terça-feira, 31 de agosto de 2010

Agosto termina como o mês mais seco em 67 anos


Agosto, com 0,4 milímetros de chuva, terminou como o mês mais seco desde 1943, quando o Instituto Nacional de Meteorologia iniciou as medições. Por 12 dias, a capital registrou índices de umidade abaixo dos 30%. Em agosto de 2007, que não registrou chuva, em apenas dois dias a umidade do ar ficou em 30%.

Temperaturas altas e baixa umidade do ar devem prevalecer na capital até o próximo sábado. Depois de uma trégua de dois dias no tempo seco, a previsão dos meteorologistas para esta quarta-feira (01) é de temperatura alta, com máxima de 30 graus Celsius. A mínima deve ficar em 15 graus e a umidade do ar, em 20%.

"Só no domingo, quando chega uma frente fria bem leve na cidade, é que a umidade deve melhorar e voltar aos padrões ideais", explica o meteorologista Franco Villela, do Inmet. Segundo ele, no domingo poderá haver chuviscos isolados na cidade. Mesmo assim, as temperaturas não devem cair muito e o calor volta na terça.

No meio desta tarde (31), os termômetros marcaram 28,6 graus, quatro pontos acima da média histórica para este mês, que é de 23,7 graus. A umidade do ar variou entre 28% e 36% e o ideal é que ela esteja acima dos 60%. Índice inferior a 12% é considerado crítico e declarado estado de emergência pelas autoridades.

"Neste ano, a média de agosto é de 24 graus. Estamos dentro do valor médio registrado nos últimos anos. Isso se explica porque, apesar de os últimos dias terem sido bem quentes, a primeira semana do mês teve temperaturas muito baixas", diz Villela. Nos dez primeiros dias de agosto, a temperatura média registrada foi de 19,9 graus.