INFORMAÇÕES

NOTÍCIAS DO SUL DO PARÁ, TOCANTINS, MATO GROSSO E MARANHÃO

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Marabá: Acusado de matar irmão por herança é transferido ao Pará


Está recolhido no Centro de Recuperação Agrícola Mariano Antunes, em Marabá, Gilmar D. da S. Ele é acusado de mandar matar o próprio irmão, o comerciante Carlos Alberto Dias. Segundo a polícia o crime teria sido motivado por uma herança.

Gilmar foi preso em Imperatriz, no Maranhão, em decorrência de mandado judicial de prisão expedido pela Comarca de Itupiranga. O acusado foi transferido ao Pará, na última quinta-feira (2), pela equipe formada pelos investigadores Josimar Costa e Álvaro Afonso Lobato, da Delegacia de Itupiranga.

Os pistoleiros contratados para executar a vítima, William S. de O. e Fábio S. V., já estão presos, em Marabá. A transferência de Gilmar ao Pará atendeu à ordem de missão expedida pelo delegado Sérgio Máximo dos Santos, de Itupiranga.

De acordo com as investigações do delegado Sérgio Máximo dos Santos, o pai de Gilmar e de Carlos Alberto deixou uma herança que deveria ser dividida de forma igual entre os filhos. Contudo, Gilmar não concordou com a partilha dos bens, o que lhe motivou a arquitetar o assassinato do irmão.