INFORMAÇÕES

NOTÍCIAS DO SUL DO PARÁ, TOCANTINS, MATO GROSSO E MARANHÃO

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Santana: Reunião na Câmara termina em quebradeira e pancadaria





“Comenta-se na cidade que a sessão era para criar uma CPI para investigar o prefeito Alegria”

O que deveria ser uma sessão extraordinária para tratar de assuntos de interesse do Município de Santana do Araguaia, se transformou num verdadeiro e grave ato de vandalismo, pancadaria e troca de acusações entre os vereadores de oposição e da base de apoio do Governo “Alegria”.

O fato ocorreu na terça-feira (21), após o presidente da Câmara, Vereador Magno Miranda abruptamente resolveu encerrar a Sessão, causando revolta no público presente, que considerou a atitude do parlamentar, um ato de desrespeito.

Revoltado a plateia partiu para cima dos vereadores e iniciou um intenso “quebra-quebra” nos gabinetes dos vereadores, tanto da situação quanto os da oposição.

As polícias civil e militar foram acionadas para restabelecer a ordem e dar proteção aos edis. A PM chegou a empregar gás de pimenta para dispersar a multidão que gritava por “Justiça!

Uma nova Sessão deveria ocorrer na sexta-feira (24), porém o presidente Magno Miranda, alegando falta de segurança, antecipadamente também a suspendeu por tempo indeterminado.

Cinco dos nove vereadores, entre eles, o Presidente da Casa, apoiam a administração do Prefeito Gilcleider Altino Ribeiro, o “Alegria”.

Rogério Faustino, uma das pessoas que a tudo assistiram, demonstrou sua indignação com o que vem acontecendo em Santana do Araguaia. “Essa vergonhosa queda de braços entre os vereadores que deveriam ocupar seu tempo elaborando leis e projetos de interesse da coletividade, contribui ainda mais para o acirramento da crise política e econômica que assola nosso Município”, comentou. (Marcos Marques)