INFORMAÇÕES

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

REDENÇÃO: Filho de advogado assassinado denuncia ameaças

Cléber Gonçalves Reis, filho do advogado criminalista Wander José de Sousa, executado com um tiro na cabeça, no dia 22 de setembro deste ano, em Redenção, procurou a Superintendência Regional de Polícia Civil para denunciar que está sendo ameaçado de morte desde o dia em que seu pai fora assassinado.

Segundo Cléber Gonçalves, no início da noite de domingo, 17, um homem de estatura média e de cor morena, procurou por ele na portaria do Uberaba Hotel, que pertencia ao seu pai, situado na Avenida Brasil, na entrada da cidade. Para a polícia, Cléber contou que o desconhecido falou ao vigilante do hotel que teria umas contas para acertar com Cléber. Desconfiado, o vigia disse ao homem que seu patrão não estava no local, sendo que o estranho disse que voltaria mais tarde.

Na manhã de segunda-feira, 18, ainda segundo Cléber Reis, por volta das 6 horas, dois homens que usavam capacete e jaquetas, e estavam em uma moto Titan preta, chegaram ao hotel à sua procura. Alertados pelo vigia de que Cléber não se encontrava, os homens tentaram forçar a entrada e foram impedidos pelo segurança.

O homem que estava na garupa da moto, segundo depoimento do vigia do hotel à polícia, estaria com um revólver na mão. Ao serem barrados na portaria do prédio, antes de deixarem o local, de acordo com a ocorrência policial, teriam dito ao vigia que a vida de Cléber Gonçalves dos Reis estaria por um fio.

Por outro lado, todos os envolvidos na morte de Wander de Sousa foram presos e aguardam julgamento, sendo que entre os acusados está a ex-mulher do advogado. (Por: Paulo Carrion)