INFORMAÇÕES

NOTÍCIAS DO SUL DO PARÁ, TOCANTINS, MATO GROSSO E MARANHÃO

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Morte de John Lennon faz 30 anos hoje


Depois de seu assassinato, na noite de 8 de dezembro de 1980, em Nova York, John Lennon se tornou lenda, símbolo de uma época que continua sendo tema de livros e filmes aos 30 anos de sua morte.

O ex-Beatle, casado pela segunda vez com a artista plástica japonesa Yoko Ono e pai cuidadoso do filho caçula, Sean, havia se tornado pacifista há tempos quando foi baleado pelas costas em frente ao edifício Dakota, situado no bairro residencial onde vivia, no Central Park. Ele acabara de completar 40 anos, e, se estivesse vivo, teria virado septuagenário em 9 de outubro

O assassino, Mark Chapman, um jovem instável, na época com 25 anos, admitiu a autoria do homicídio e disse que fez o que fez para chamar atenção. Condenado à prisão perpétua, cumpre pena na prisão de Attica, ao norte de Nova York. Ele teve a liberdade condicional negada seis vezes, a última delas em setembro. Yoko se opõe à libertação do assassino do seu marido por temer por sua própria segurança e pela do filho, Sean Lennon, hoje com 35 anos.