DOE SANGUE - PROCURE O HEMOPA DE SUA CIDADE.

otavioaraujo19@hotmail.com
REDENÇÃO - (12/04), Colorado 4 x 0 Atlético e Frigorífico 2 x 2 Treze. (13/02), Escrete 3 x 2 Águia, 16h, e Boleiros 2 x 0 Halley. Terça (15/04), Ariano 0 x 2 Treze. Quinta-feira (17/04) Colorado 3 x 1 Escrete. Terça-feira (22/04), Águia 1 x 1 Frigorífico. Quinta(24/04), Boleiros x Atlético. Sábado, Escrete x Boleiros e Colorado x Ariano. Domingo, Halley x Águia de Ouro.

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Redenção: Mais de 100 homicídios em apenas 2 anos


A morte de um homem a golpes de faca no último dia 27 fechou a lista dos homicídios de 2010 em Redenção. De janeiro a dezembro foram registrados 37 assassinatos, tanto na zona urbana quanto na zona rural do município. No entanto, a Delegacia de Polícia Civil de Redenção computou 50 assassinatos, contando com os casos ocorridos nos municípios de Cumaru do Norte e Pau D´Arco.

Já em 2009, o número de homicídios em Redenção foi bem maior. Nos 12 meses daquele ano foram registrados 64 assassinatos, à bala e por arma branca. Embora seja alto o número de homicídios registrados em Redenção, estima-se que mais de 80% dessas mortes nunca foram esclarecidas, as quais acabaram entrando para a lista dos crimes não solucionados e caindo no esquecimento. Um dos motivos seria o número reduzido de investigadores na Superintendência de Polícia Civil do Araguaia Paraense, com sede em Redenção.

A maioria dos dados levantados referente ao ano de 2010 foi apurada pela reportagem com base em matérias feitas ao longo do ano. Um dos homicídios de bastante repercussão foi durante o assalto ao Supermercado Potência, na Avenida Rosa Lima de Almeida, setor Novo Horizonte. O crime ocorreu na manhã do dia 22 de junho e resultou na morte do adolescente Victor Gabriel Oliveira, 17 anos. O rapaz foi baleado no peito e morreu minutos depois. O caso provocou uma grande passeata pelas ruas de Redenção, onde milhares de pessoas se manifestaram pedindo paz e segurança.

Outro caso que repercutiu em todo o Estado foi a morte do sindicalista e ex-vereador de Redenção, Pedro Alcântara de Souza, executado no dia 31 de março com cinco tiros na cabeça.

Entre os crimes mais chocantes e frios, estão os homicídios de 9 de outubro, na localidade do Pebas, zona rural de Redenção, quando a aposentada Mariana Pereira, 74 anos e seu neto de apenas oito anos foram mortos por estrangulamento. Os corpos foram localizados em um matagal. No pescoço do menino foram encontrados pedaços de corda. Já o cadáver da anciã estava totalmente despido e apresentava sinais de violência sexual.

Outro crime cometido com muita crueldade foi o assassinato de Rafael Ferreira de Amorim, 21 anos, morto com um tiro no peito na noite de 6 de abril, na rua Guarantã, em frente à Câmara Municipal. Rafael havia acabado de sair da igreja e foi assassinado porque estava sem a sua carteira no momento do assalto. Como não tinha nada para entregar aos ladrões, ele foi executado à queima roupa. (Colaboração: Paulo Carrion).