INFORMAÇÕES

NOTÍCIAS DO SUL DO PARÁ, TOCANTINS, MATO GROSSO E MARANHÃO

quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

Redenção: Professores estudam no recesso escolar



Para os mais de 180 profissionais de educação que atuam em escolas públicas dos municípios de Redenção, Santa Maria das Barreiras, Cumaru do Norte, Pau D’arco e Santana do Araguaia o recesso do período escolar significar deixar de ser professor para se tornar alunos de duas universidades conceituadas do estado do Pará.

Os alunos fazem parte do Programa de Formação de Professores da Educação Básica (Parfor), que tem proporcionado oportunidades para professores que não possuem formação superior ou que ministram aulas fora da sua formação. Redenção atua como um polo regional onde são oferecidos os cursos de graduação em Matemática, Letras, Artes, Pedagogia, Informática e Geografia, oferecidos pela Universidade Federal do Pará (UFPA) e Instituto Federal do Pará (IFPA).

As aulas, ministradas na modalidade presencial, acontecem nos períodos de férias de janeiro e julho e também alguns feriados existentes no calendário escolar.

Para alguns professores frequentar a universidade tornou-se um verdadeiro sacrifício, pois encerram o ano letivo e logo tem que sentar no banco da universidade em busca de um diploma que não foi possível conquistar na juventude, por falta de oportunidades.

A maioria dos educadores são professores que atuam nas escolas localizadas na área rural de seus municípios, o que torna o curso em superação de um grande desafio. Muitos alunos passam a residir durante todo o período letivo na escola Carlos Ribeiro, onde acontecem as aulas.
“Para conquistar meu diploma de professora de nível superior vale esse sacrifício”, diz a professora Cleidimar Soares da Silva, que se divide em assistir as aulas e amamentar a pequena Kauanne Vitória, de apenas um mês de nascida.