INFORMAÇÕES

domingo, 13 de fevereiro de 2011

Prefeituras querem verbas de fundo da Vale


Os 14 municípios paraenses que têm direito ao Fundo de Reestatização da Vale (FDR) passaram os últimos quatro anos sem receber nenhum centavo dos recursos do fundo, essenciais para seu desenvolvimento nas mais diversas áreas. Atualmente, R$ 35 milhões do FDR encontram-se aplicados no Banco Nacional de Desenvolvimento e Social (BNDES) à espera dos gestores.

Na última quarta-feira a Secretaria de Estado de Integração Regional (Seir) reuniu com prefeitos e representantes das 14 prefeituras (Parauapebas, Canaã dos Carajás, Curionópolis, Eldorado dos Carajás, Itupiranga, Água Azul do Norte, Brejo Grande do Araguaia, São Domingos do Araguaia, Nova Ipixuna, Bom Jesus do Tocantins, Marabá, Abel Figueiredo, Rondon do Pará e São João do Araguaia) para ouvir as pendências dos gestores e colocar as da administração para chegar a um denominador comum que permita a liberação do dinheiro no menor tempo possível. Também participou da reunião Josenir Nascimento, secretário executivo da AMAT/Carajás.

A empresa depositou o recurso - a fundo perdido - no BNDES, responsável pelo gerenciamento do FDR. No total, mais de 200 municípios brasileiros têm direito ao fundo. “Agora os municípios terão que apresentar seus projetos ao Estado, que por sua vez os apresentará ao BNDES. Após a aprovação, a instituição repassa o dinheiro ao Estado que distribui aos municípios”, explica Antônio José Guimarães, titular da Seir. (Fonte: Diário do Pará)