INFORMAÇÕES

NOTÍCIAS DO SUL DO PARÁ, TOCANTINS, MATO GROSSO E MARANHÃO

quinta-feira, 17 de março de 2011

Redenção: Homem descobre que estava sendo traído e mata o amante da mulher

Josivan Antônio Sabino, acusado de ter matado a tiros Júlio César Graciano, 35 anos, que estaria tendo um caso com sua mulher, se apresentou à polícia na última segunda-feira (14), acompanhado de um advogado.

De acordo com o delegado Lenildo Mendes, que preside este inquérito, o acusado confessou o crime, alegando que matou Júlio César porque ele descobriu que este estava tendo um caso com sua mulher há pelo menos seis meses.

Josivan Antônio, que segundo a polícia não tinha antecedentes criminais, vai aguardar o julgamento em liberdade, conforme prevê o Código de Processo Penal.

Sobre as denúncias feitas por familiares da vítima de que a mulher de Josivan de prenome Vânia estaria envolvida na morte de Júlio Cesar, o delegado Lenildo Mendes afirmou que ela não tem nenhuma participação no crime. “O caso está encerrado e o inquérito será encaminhado à Justiça”, disse.

O corpo de Júlio César Graciano foi encontrado nas proximidades do rio Paudacão, município de Redenção com um tiro na cabeça, na última quinta-feira (10). O corpo estava dentro de um matagal em local de difícil acesso. Populares que moram próximo ao local, disseram que por volta das 16h30, ouviram um disparo na beira do rio e em seguida viram um carro saindo do local.

Júlio Cesar era funcionário de um frigorífico de Redenção e no dia de sua morte ele trabalhou até às 14 horas. Testemunhas disseram que após sair do trabalho, ele teria dito que iria pescar e saiu em seu carro em direção ao rio.