INFORMAÇÕES

NOTÍCIAS DO SUL DO PARÁ, TOCANTINS, MATO GROSSO E MARANHÃO

terça-feira, 15 de março de 2011

Tucumã: Partidos declaram união pela população


As eleições municipais vão ocorrer em outubro de 2012. Mas tudo começa agora, neste inicio de 2011. Os candidatos têm até setembro de 2011, para mudar de partido e realizar as filiações das bases partidárias. Os candidatos devem fazer seus registros até julho de 2012.

E se as eleições para prefeito de Tucumã fossem realizadas hoje, quem seriam os candidatos a ocupar durante quatro anos o Palácio dos Pioneiros? Bem essa resposta ainda dependerá de uma série de reuniões e de sucessivos encontros para definir que será o candidato do grupo.

Os Partidos considerados de oposição ao governo municipal se reuniram na noite de domingo (13) na residência do médico Vanderlei Vieira (PMDB) para traçar metas e discutir os enormes prejuízos que a atual administração trouxe ao município de Tucumã e consequentemente a população de um modo em geral.
Os partidos PMDB, PSDB, PSB, DEM, PR, PTB, PRB, PSDC, PV, PC do B, PSC e PP representados pelos seus presidentes de diretórios municipais ou de comissões provisórias foram unânimes em afirmar de que estarão todos unidos em defesa do município.

O Médico Vanderlei Vieira anfitrião da reunião política disse que o mundo tem acompanhado os últimos acontecimentos em que o sistema democrático vem avançando de forma esplêndida na queda do poder de diversos ditadores pelo o mundo e em Tucumã esse modelo de administração imposta pelo o atual gestor, o povo saberá dar as respostas nas urnas.

O empresário e presidente de honra do Partido Socialista Brasileiro de Tucumã (PSB), Samuel Félix da Rocha disse em acreditar em Tucumã e que como socialista está disposto a contribuir nesse processo político que hora estar sendo discutida uma enorme aliança partidária para resgatar a dignidade do poder executivo de Tucumã.
José Wilson Carraro, presidente do PSDB no município reafirmou a intenção de permanecer no grupo, mais disse que e necessário cada um deixar as vaidades políticas de lado e defendeu um estreitamento maior entre o grupo.

Adelar Pelegrini destacou que o candidato a prefeito, vice-prefeito e vereadores sairão desta união de partidos declarados. Já o Vereador Junior Bezerra lembrou a todos que é necessário fazer uma campanha política de maneira profissional a começar pela a contratação de um advogado especializado em direito eleitoral.

Ao final da reunião política todos os representantes dos 12 partidos defenderam que essa composição partidária deverá ter o aval do Governador do Estado do Pará Simão Jatene ao qual ficou acertado que será agendada uma audiência com o Governador o mais breve possível. (Renildo Ferreira)