INFORMAÇÕES

sexta-feira, 11 de março de 2011

Vereadores denunciam desmando em São Félix do Xingu


Vereadores Wanderson Alves e Elias de Almeida


Juiz do trabalho Deodoro Tavares

Vereadores Elias e Wanderson
Dois vereadores do município de São Félix do Xingu, Wanderson Alves de Sousa (PCdoB) e Elias de Almeida Filho (PDT), estiveram na manhã desta sexta-feira (11) na Vara do Trabalho de Xinguara, acompanhando a denúncia de três trabalhadores ligados a empresas que prestam serviço para a prefeitura de São Félix do Xingu.

De acordo com a denúncia, quarenta e um trabalhadores estariam com os salários atrasados por mais de 70 dias, o que tem deixado as famílias desses trabalhadores passando necessidade, praticamente vivendo em regime de semi-escravidão, sem contar que esses mesmos profissionais trabalham totalmente desprovidos de equipamentos de segurança.

Os vereadores contaram que existem pelo menos quatro empresas em São Felix do Xingu que supostamente estariam envolvidas em esquema de corrupção, e seriam essas empresas que não pagam os trabalhadores em dia e ainda os ameaçam quando eles procuram seus direitos. Por esta razão é que vieram até Xinguara procurar justiça para a situação deles.

Na tentativa de denunciar tais empresas, os vereadores garantiram que já procuraram a Delegacia de Polícia Federal de Redenção, o Ministério Publico Estadual de Marabá, e o Ministério Público Federal em Brasília. Mesmo sem ter uma resposta rápida para os casos, eles esperam que a justiça não deixe a população de São Felix sem uma resposta.

Sobre o fato da situação dos trabalhadores estarem com salários atrasados e não usarem equipamentos de seguranças, o juiz da Vara do Trabalho de Xinguara, Deodoro Tavares, disse que isso, a princípio, não caracteriza trabalho escravo, mas que vai apreciar com calma as reivindicações dos trabalhadores, e em breve irá intimar as empresas por eles denunciadas para prestar esclarecimentos de interesse da justiça do trabalho, e até autuá-las na forma da lei, se for o caso. (Edmar Brito)