INFORMAÇÕES

NOTÍCIAS DO SUL DO PARÁ, TOCANTINS, MATO GROSSO E MARANHÃO

terça-feira, 10 de maio de 2011

Cumaru: Atoleiros prejudicam trafego na PA-287


Os inúmeros atoleiros existentes na rodovia PA-287 ameaçam deixar a população do município de Cumaru do Norte isolada no trecho de aproximadamente 100 km que liga a cidade ao município de Redenção. Mesmo com a aproximação do fim do período chuvoso a população tem sofrido na principal estrada que liga o município com as outras regiões.

Os atoleiros existem em diversas partes da rodovia, ocasionando transtorno e irritação em motoristas e passageiros que ficam abandonados pelo meio do caminho, esperando até que o socorro venha. Para não paralisar o serviço de transporte dos passageiros, as empresas de ônibus que fazem linha para Cumaru do Norte adotam o sistema chamado de “baldeação” que é a troca de ônibus no meio do percurso. A cada atoleiro os passageiros são obrigados a sair dos veículos e observar o grande desafio que é vencer o barro e a lama dos atoleiros.

Alguns ônibus ficam no meio da estrada por não ter condições de vencer o obstáculo, outros pelo desgaste de ter forçado a potência do motor. Até motoqueiros têm dificuldades de se equilibrar no veiculo enquanto passam pelo meio da lama, água e barro.

A professora Eliane Saraiva, que ministra aulas no Sistema Modular de Ensino na agrovila de Mata Geral, localizada a 50 km de Redenção, foi impedida de chegar até a escola por causa de um atoleiro existente a 20 km depois de Redenção. “É muito frustrante sair de casa para trabalhar e não poder realizar a missão por causa do estado que não faz a sua parte”. O veiculo em que a professora estava viajando não conseguiu vencer o primeiro atoleiro entre os demais que existem até a Agrovilla.

"O trabalho de recuperação e conservação da rodovia 287 é de responsabilidade do Setran, que não fez o serviço no tempo da seca e agora a população sofre com o descaso e omissão do poder", comentou outro professor que estava no veiculo que não quis ser identificado.