INFORMAÇÕES

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Redenção: Presidente da Câmara de Vereadores faz críticas ao secretário de obras


O discurso do presidente da Câmara de Vereadores de Redenção, João Lucio (PPS), feito na tribuna durante a sessão ordinária realizada segunda-feira (13), desencadeou uma série de desabafo dos vereadores da base de sustentação do governo Wagner Fontes, que estão insatisfeitos com o tratamento recebido do secretário municipal de obras, Elvio Massutti.

Fazendo uso de uma metáfora para revelar qual é o seu pensamento em relação ao trabalho do secretário de obras, o vereador João Lúcio disse que a existência de um tomate podre dentro de uma caixa pode colocar os outros tomates sãos a se perder.

O vereador, que pertence à base de governo do prefeito Wagner Fontes, falou que enquanto os vereadores tentam apoiar o barco da administração municipal, o secretário de obras rema no sentindo contrário, criando insatisfação dentro do grupo e junto à população de Redenção. ‘’Eu tenho sido diariamente cobrado pela população, que cobra soluções de alguns problemas gritantes no município, ligo para o secretário, mas ele não atende minhas reivindicações. Às vezes diz que vai resolver e não resolve, a população continua a me cobrar e, o secretário Elvio Massutti não da à mínima atenção, até parece que ele joga contra o governo”, desabafou João Lúcio.

Depois do discurso do presidente, outros vereadores da base de sustentação usaram a tribuna e fizeram críticas ao secretário Elvio Massutti. O vereador Aldair Dentista (PTB), disse que não teve uma única vez que ele solicitou alguma coisa ao secretário que fosse atendido. ‘’Acho que o secretário está trabalhando para aumentar o ibope da bancada de oposição’’, disse Aldair.

O vereador Reginaldo Fotógrafo, também desabafou mostrando insatisfação em relação ao trabalho do secretário. “Eu fui abordado por um cidadão que me pediu a solução para um problema que existia na rua dele”. De imediato liguei para o secretário Elvio, e ele me disse que já ia resolver o problema. “Dois dias depois, passei na rua e o morador me cobrou dizendo: cadê as máquinas? Passei vergonha e fiquei de mentiroso na história por causa do secretário que prometeu e não cumpriu’’, desabafou Reginaldo. Depois foi a vez dos vereadores de oposição, que também teceram críticas ao secretário.

A reportagem tentou entrar em contato com o secretário Elvio Massutti, mas o celular do mesmo só dava na caixa postal. (Reportagem: Dinho Santos)