INFORMAÇÕES

NOTÍCIAS DO SUL DO PARÁ, TOCANTINS, MATO GROSSO E MARANHÃO

sexta-feira, 29 de julho de 2011

Redenção: Famílias vivem no lixão


Após denúncia, os conselheiros tutelares de Redenção, Neil Armstrong e Eugenia Souza, acompanhada de dois policiais militares, se dirigiram ao lixão, localizado na saída da cidade, e lá se depararam com quatro famílias, entre eles dois menores de idade, vivendo em situação calamitosa.

Uma menor de 15 anos, cujos os familiares residem na cidade de Conceição do Araguaia, estava vivendo em um barraco improvisado de papelão e saco plástico com um catador de lixo maior de idade. O casal vive em meio às moscas e odor provocado pelo lixo ali depositado.

Em outro barraco os conselheiros encontraram um menor de 16 anos, que estava morando e trabalhando no lixão na companhia de um tio, que para poder trabalhar faz uso contínuo de bebida alcoólica. Ao ser interrogado pelos conselheiros o menor disse que a mãe, que ele não vê já algum tempo, reside na cidade de São Miguel do Araguaia (GO), e que ele não gostaria de voltar a morar com ela.

Ao ser informado que ele seria levado pelos conselheiros e entregue a mãe, o menor correu e entrou na mata existente às proximidades do lixão, e nem mesmo os policiais conseguiram segurar o menor. (Colaboração: Dinho Santos)