INFORMAÇÕES

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Líder de acampamento é assassinado em Marabá

A Polícia Civil já iniciou as investigações do assassinato do agricultor Valdemar Barbosa de Oliveira, 54 anos, conhecido por “Piauí”, morto a tiros, na manhã desta quinta-feira, 25, na Avenida Belém-Brasília, bairro São Félix, periferia de Marabá, sudeste do Estado. Ele foi abordado por dois homens em uma moto quando chegava de bicicleta em um balneário conhecido por “Geladinho”, localizado naquele bairro. Usando capacetes, os criminosos mandaram a vítima descer da bicicleta e atiraram à altura do rosto e pescoço de Valdemar.

O inquérito é presidido pela Delegacia de Conflitos Agrários de Marabá (DECA). A principal suspeita é de que o crime seja motivado pela ocupação da área do complexo da fazenda Califórnia, situada na zona rural de Jacundá, cidade próxima à Marabá. “Piauí” era líder do acampamento de trabalhadores rurais denominado “Califórnia”, mesmo nome da fazenda em que estão assentados, de propriedade de Vicente Correa, contra quem a vítima já havia registrado denúncia de ameaça à DECA, em maio deste ano.

De acordo com o delegado Alberto Teixeira, superintendente regional da Polícia Civil do Sudeste do Pará, o homicídio ocorreu por volta de 10 horas. Testemunhas relataram que a vítima chegava sozinha ao balneário, quando foi abordada pelos criminosos. Um deles chegou a descer da moto e mandou a vítima parar a bicicleta. Em seguida, efetuou os disparos, fugindo com o comparsa em seguida.

A Polícia Civil acionou o Centro de Perícias Científicas Renato Chaves de Marabá para fazer a perícia de local de crime e a remoção do corpo para exame de necropsia. O laudo apontará quantos tiros foram disparados e que tipo de arma e calibre foram usados no crime. O delegado José Humberto de Melo Junior, titular da DECA, preside as investigações. Uma testemunha já foi ouvida para prestar informações sobre o homicídio. (Diário do Pará)