INFORMAÇÕES

NOTÍCIAS DO SUL DO PARÁ, TOCANTINS, MATO GROSSO E MARANHÃO

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Redenção: “Neguinho” morre em troca de tiros com o Grupo Tático




A Polícia Civil de Redenção esta fazendo um levantamento da vida de Flávio Carvalho Souza Costa, de 39 anos, residente no Setor Santos Dumont, que no inicio da noite da última terça-feira (02) foi morto com três tiros no peito, por policias militares que integram o Grupo Tático de Operações-GTO do 7º BPM de Redenção.A morte de Flávio Costa, conhecido por “Neguinho”, aconteceu depois de uma troca tiros com os policiais militares na Rodovia BR-158, distante a cerca de 3 km de Redenção.

Segundo informações do comandante da Polícia Militar de Redenção Major Lúcio, a troca de tiros aconteceu após uma perseguição ao veículo Vectra GT, placa de São Carlos-SP, que era dirigido por Flávio.

A perseguição aconteceu após a vítima ter avançado um semáforo na Avenida Araguaia, e ter se recusado a parar na abordagem de uma viatura da Polícia Militar, que fazia ronda as proximidades do semáforo.

De acordo com o Major Lúcio, ‘’Neguinho de Brasília” empreendeu fuga trafegando em alta velocidade por diversas avenidas movimentadas da cidade. Nem mesmo o choque com dois veículos ocorrido as proximidades da Câmara Municipal, foi suficiente para impedir que Flávio, continuasse a fugir da polícia.

Após alcançar a rodovia BR-158, no sentido Santana do Araguaia, um dos pneus do Vectra furou e Flávio, foi alcançado pela viatura do GTO da Polícia Militar.
Segundo o Major Lúcio, ‘’Neguinho’’ saiu do carro e foi logo atirando em direção aos militares, que reagiram ao ataque, fazendo diversos disparos na direção da vítima que tombou ao ser alvejado com três tiros no peito. Após fazer uma revista no carro de Flávio Souza, os policiais encontraram uma carabina calibre 20 de repetição e uso exclusivo da polícia, uma espingarda calibre 38, uma pistola 380, munição, uma touca ninja, luvas e uma camisa preta com a inscrição segurança. Segundo declarações do Major Lúcio, a polícia acredita que ‘’Neguinho’’ seja integrante de uma quadrilha especializada em assalto a banco na região e também praticante da modalidade de crime conhecida como ‘’sapatinho’’.

O major Lúcio disse que o dever da polícia e proteger a cidadão e não tirar vida, mas como “Neguinho”, enfrentou a polícia foi alvejado pelos policiais. (Dinho Santos)