INFORMAÇÕES

NOTÍCIAS DO SUL DO PARÁ, TOCANTINS, MATO GROSSO E MARANHÃO

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Conceição: Assassinado seguido de suicídio foi premeditado

Após ouvir familiares e vizinhos a Policia Civil de Conceição do Araguaia concluiu que o episódio em que o pedreiro Marco Antonio Machado da Silva, 31, assassinou a sua mulher, Elizangela Freitas de Sousa, 28, com um golpe certeiro de faca na garganta e posteriormente cometeu suicídio se enforcando em uma corda pendurada no mesmo quarto onde assassinou a companheira foi premeditado. O fato ocorreu na residência de Elizangela, localizada na Rua Santarém, Vila Tancredo Neves, porção sul do perímetro urbano de Conceição do Araguaia.

Uma vizinha que pediu sigilo de sua identidade relata que no dia do crime presenciou Marco Antonio afiando a mesma faca que utilizou no crime. Outro fator que comprova a premeditação da ação macabra foi um bilhete que o pedreiro deixou relatando que tomou a atitude drástica motivado pela insatisfação com o término do relacionamento, imposto pela companheira. Segundo ele não suportaria viver sem a amada e ela não tinha o direito de abandoná-lo. Não há registro de Marco Antonio tenha passagem pela polícia.

Segundo apurou a reportagem, Elizangela havia pedido a separação há algum tempo, mas Marco Antonio não aceitava e fazia ameaças à companheira, que intimidada recuava. Ela sequer registrou queixa na polícia. A residência onde o casal estava instalado é de propriedade de Elizangela, que trabalhava como manicure, Marco Antonio se recusava a deixar o imóvel. Filha mais velha de uma prole de quatro irmãos, Elizangela deixou um filho órfão de oito anos, fruto de um casamento anterior. O ocorrido chocou a população de Conceição do Araguaia, desabituada com crimes dessa dimensão.

O corpo de Elizangela foi velado sob forte comoção na residência de familiares, localizada no bairro Emerencio, parte sul de Conceição do Araguaia, e posteriormente foi sepultado no cemitério local. O cadáver de Marco Antonio foi levado para o interior do Maranhão, onde residem seus familiares.(Delmiro Silva)