INFORMAÇÕES

NOTÍCIAS DO SUL DO PARÁ, TOCANTINS, MATO GROSSO E MARANHÃO

domingo, 23 de outubro de 2011

DIVISÃO DO PARÁ PARA MELHORAR: Pará tem o segundo pior saneamento do Brasil

O Atlas do Saneamento 2011, divulgado pelo IBGE, informa que, dos 143 municípios paraenses, somente 6% têm rede de esgoto em ao menos um bairro. Nos outros 135 municípios, as alternativas são fossas sépticas e sumidouro, fossa rudimentar, fossa seca e vala a céu aberto.

A situação só é pior no Piauí, onde 96% dos municípios não têm rede de esgoto. O estudo foi feito entre 2000 e 2008. A Região Metropolitana de Belém está entre as áreas de mais alta densidade do país com o menor número de esgotos sanitários. Em Belém são 22.300 residências sem rede de esgoto, cerca de 42% dos domicílios. A região metropolitana de Manaus tem 46%, ou 29.768 casas sem o serviço.

É na região Norte a pior situação: apenas 13,3% das cidades têm rede de esgoto, em 3,5% dos domicílios. No Nordeste, a rede de esgoto é uma realidade para 45,6% dos municípios e, no Sudeste, para 95%. Já em todo o País, a rede de esgoto avançou, passando de 52,2% municípios contemplados em 2000 para 55,1% em 2008, equivalente a 45,8% das residências do País.