INFORMAÇÕES

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Redenção: Jovem é preso após assaltar cinegrafista


Mesmo com apenas de 18 anos de idade, Roney Silva da Cruz, já é considerado pela polícia de Redenção um elemento de alta periculosidade, tendo mais de seis passagens pela Delegacia de Redenção, pela prática de assalto à mão armada e roubo de motocicletas. Na noite de terça-feira (19), mais uma vez Roney foi preso por uma guarnição da Polícia Militar, pela prática de assalto contra o cinegrafista do SBT de Redenção, Thiago Tavares, que foi abordado por Roney e comparsa dele de prenome Bruno, em uma rua localizada no setor Jardim América.

A dupla de assaltantes obrigaram o cinegrafista e a namorada a descerem da motocicleta C100 bis, pilotada pelo cinegrafista, e fez uma verdadeira varredura nos bolsos do cinegrafista, levando a carteira contendo talões de cheques e dinheiro, o aparelho celular e um relógio de pulso de Thiago Tavares. Após a varredura nos bolsos de Thiago, o assaltante Roney, mandou a namorada do cinegrafista deitar no chão, onde também usando de violência, passou a revistá-la na bolsa e bolsos da estudante. A dupla ainda tentou levar a C100 Bis, mas não conseguiram devido o cinegrafista ter jogado a chaves da moto fora do alcance dos bandidos.

Após o assalto Roney e Bruno fugiram no sentido do setor Santos Dumont, só que os dois elementos não sabiam que haviam sido seguido pelo cinegrafista, que de longe seguia a dupla de assaltante. O cinegrafista viu a casa onde a dupla se escondeu e foi chamar a polícia, quando voltou com os policiais militares, somente Roney estava dentro da residência que fica localizada às proximidades do Bar do Iron, no Setor Santos Dumont.

A guarnição da Polícia Militar prendeu Roney da Silva, que ainda estava de posse da carteira, um aparelho celular e os talões de cheques do cinegrafista. Bruno, comparsa de crime, consegui fugir do local. Apresentado na delegacia Roney, que irmão do assaltante Amarildo, que atirou em um policial militar durante um assalto à Casa Lotérica de Redenção, foi autuado pelo crime de assalto pelo delegado Leonildo Mendes, que disse que apesar de Roney ter apenas 18 anos de idade, e um elemento irrecuperável.

“Esse elemento tem o crime no sangue, o irmão dele é um elemento perigoso, ele é perigoso, assalta, rouba, já esteve aqui várias vezes e não se emenda, vai fazer companhia ao irmão do presidio”, disse o delegado Leonildo Mendes. (Dinho Santos)