INFORMAÇÕES

domingo, 27 de novembro de 2011

Tráfego é interrompido por 24 horas na PA-287



Depois de 24 horas interditada, a PA-287 que liga o Pará ao Tocantins, foi desobstruída por volta das 11 horas deste domingo, depois que a ponte que está sendo reformada no Rio arraias, limite entre os municípios de Redenção e Conceição do Araguaia, no sul do Pará, foi liberada para desafogar um congestionamento de veículos de mais de quatro quilômetros que se formou dos dois lados do rio. O maior engarrafamento foi formado por caminhões carregados, alguns com cargas perecíveis, o maior motivo de revolta dos motoristas que foram impedidos de seguir viagem.

Segundo o chefe do 6º Núcleo da Secretaria Estadual de Transportes (Setran) de Conceição do Araguaia, José Palmeira, a ponte que terá sua reforma concluída totalmente daqui a vinte dias, foi liberada depois de feito o teste da estrutura com maquinários da JJR Construtora, empresa responsável pela recuperação da obra. Após a liberação, carretas com mais de 36 toneladas passaram sobre a ponte, sem abalar a estrutura.

Ainda segundo José Palmeira, a ponte reformada será substituída no próximo ano por uma ponte duplicada que será construída sobre o Rio Arraias e que dará sustentação a rodovia PA-287, principal ligação rodoviária do sul do Pará com as demais regiões do País.

O desvio para a travessia no rio Arraias foi construído enquanto a ponte de 81 metros fosse recuperada, mas devido às chuvas constantes na região, o rio subiu e encobriu o desvio. O motorista de uma carreta carregada que tentou passar na travessia com a ponte submersa não conseguiu completar o trajeto e impediu totalmente o trânsito.

A passagem no Rio Arraias há cerca dois meses se tornou um tormento para os motoristas que usam a estrada, principalmente os que transportam a safra de soja do Mato Grosso para os estados do sul, passando pela PA-287. De acordo com a Setran, com a liberação da ponte reformada o tráfego coordenado no local pela Polícia Militar e fluirá normalmente entre o Pará e os demais estados brasileiros. (João Lopes)