INFORMAÇÕES

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Pará: Multiplicou-se por 100 o número de óbitos por acidentes com motos

O Pará liderou o ranking nacional em registro de mulheres vítimas fatais de acidentes com motocicletas, com 39 óbitos em 2010, segundo o Sistema de Informações de Mortalidade (SIM) do Ministério da Saúde, divulgado. Na região Norte, a morte de mulheres nesse tipo de acidente cresceu 100 vezes, a partir do ano de 1996. O Departamento Estadual de Trânsito (Detran) apresenta uma estatística mais estarrecedora.

De acordo com o órgão, em 2010, o Pará registrou 147 mulheres mortas sobre duas rodas, 17 delas na condição de condutoras e 130 de passageiras. O Ministério da Saúde informa que os homens representam a maioria das vítimas fatais em acidentes com motocicleta na Região Norte (88%), com 756 casos em 2010. Eles também aparecem em primeiro lugar nos acidentes fatais com motos no Pará, com 363 casos, no mesmo ano, o que mantém o estado no primeiro lugar nacional dessa estatística. Mas o crescimento do óbito de mulheres nesse tipo de acidente vem chamando a atenção.

De 1996 a 2010, as vítimas femininas saltaram de uma para 104 no Norte, passando de zero para 39 no Pará. No Brasil, 90% das pessoas que perderam a vida em motos são do sexo masculino. O número de mulheres mortas nesses acidentes cresceu 16 vezes de 1996 a 2010, mais do que em relação aos homens, que cresceu 13 vezes nesse período. (O Liberal)