INFORMAÇÕES

terça-feira, 27 de março de 2012

Jornalista é agredida por PM durante blitz em Marabá

O comandante do 4º Batalhão de Polícia Militar (4º BPM), coronel Sebastião Monteiro, informou que vai abrir uma sindicância para apurar a conduta do cabo PM V. Fernandes.

Tina explicou que se divertia com amigos quando os policiais chegaram de forma agressiva, aos gritos, dizendo que iriam revistar a todos. Tina disse que só aceitaria ser revistada por uma policial feminina. Foi então que o cabo V. Fernandes teria dito que ela estava desacatando sua autoridade e afirmou que a levaria presa. Ele segurou o braço esquerdo da vítima e torceu com tanta força, que provocou fratura.

O Coronel Monteiro explicou que o procedimento em relação ao caso vai ser presidido pelo capitão Saraiva. Segundo ele, se ao final do procedimento ficar comprovado que o policial agiu de forma truculenta, ele será julgado dentro das regras militares ou até mesmo processado civilmente. Por enquanto, ele está afastado do serviço externo. (Correio)