INFORMAÇÕES

NOTÍCIAS DO SUL DO PARÁ, TOCANTINS, MATO GROSSO E MARANHÃO

segunda-feira, 16 de abril de 2012

PARÁ: Ato na "Curva do S" marca 16 anos de massacre em Eldorado do Carajás


Um ato ecumênico com representantes de várias religiões vai lembrar os 16 anos da morte de 19 trabalhadores rurais sem-terra, em confronto com a policiais militares, na manhã desta terça-feira (17), na chamada Curva do 'S', em Eldorado do Carajás, no sudeste paraense, local onde ocorreram as mortes.

O episódio ficou conhecido como Massacre de Eldorado. Este ano a coordenação do MST (Movimento Sem Terra) optou por não realizar programação na capital no dia do massacre. Uma reunião com órgãos ligados a questão agrária, que deve acontecer no final do mês, substituiu a programação na capital.

Segundo o coordenador do MST no Pará, Ulisses Manaças, a decisão de não realizar programação simultaneamente na capital foi por questões financeiras. 'Foi mais a questão de infraestrutura para montar o acampamento. Então decidimos manter somente a programação em Eldorado, que foi iniciada no dia 10 deste mês', explicou.

Em Eldorado o MST montou um acampamento pedagógico com cerca de 700 jovens. 'Lá eles estão participando de um estudo da realidade agrária brasileira, com oficinas e atividades culturais, encerrando com o ato de amanhã', explica Ulisses.

O ato acontece às 17 horas, horário em que ocorreu o massacre, em frente ao Memorial das Castanheiras, onde 19 árvores mortas representam as vítimas do massacre.