INFORMAÇÕES

NOTÍCIAS DO SUL DO PARÁ, TOCANTINS, MATO GROSSO E MARANHÃO

quinta-feira, 26 de abril de 2012

Pará ocupa 4º lugar no ranking nacional da tuberculose

A tuberculose multirresistente (TBMR), causada por um tipo de bacilo que já adquiriu resistência aos tratamentos convencionais, avança de forma preocupante no Brasil. O Pará está em 4º lugar no ranking nacional e concentra 72% dos casos diagnosticados na Região Norte. A coordenadora do setor de Tuberculose Multirresistente do Hospital Universitário Barros Barreto, Ninarosa Cardoso, abordou o tema, em mesa redonda na manhã de ontem, no último dia do 16º Congresso Médico Amazônico.

O abandono do tratamento antes de sua conclusão é uma das principais causas do desenvolvimento de cepas resistentes do bacilo. 'Essa resistência adquirida se dá através da falta de medicamentos ou do abandono deste pelo paciente. Isso é um fenômeno universal, muitas vezes esse abandono está associado a outros problemas, como o alcoolismo ou o consumo de drogas', explicou a médica. A doença também pode ser desenvolvida quando os profissionais de saúde administram doses inadequadas de medicamentos, ou fazem prescrições equivocadas, com prazo de validade vencido, ou de má qualidade.