INFORMAÇÕES

NOTÍCIAS DO SUL DO PARÁ, TOCANTINS, MATO GROSSO E MARANHÃO

quarta-feira, 11 de abril de 2012

Rossine envolvido com Carlinhos Cachoeira está em sua fazenda em Redenção, diz jornal

O empresário Rossine Aires Guimarães, 48 anos, apontado nas investigações da operação Monte Carlo como uma espécie de sócio de Carlos Augusto de Almeida Ramos, o Carlinhos Cachoeira, doou R$ 4,3 milhões nas eleições de 2010. Desse total, R$ 3,5 milhões foram para os dois candidatos a governador do Tocantins - Siqueira Campos (PSDB), que ficou com R$ 3 milhões, e Carlos Henrique Gaguim (PMDB), que recebeu R$ 500 mil. A informação consta do site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e foi divulgada hoje, 10, pelo O Popular, de Goiânia.

Conforme os jornais, o nome de Rossine é o único dos citados no processo diretamente envolvido com Cachoeira que também aparece como doador de campanha. Do total doado, R$ 800 mil foram para o comitê financeiro da campanha do PSDB em Goiás. O restante foi para os comitês do PSDB, DEM e PMDB no Tocantins.
A Construtora Rio Tocantins (CRT), da qual Rossine é sócio majoritário com 82% das ações, também aparece como doadora de R$ 712 mil para o comitê financeiro do PMDB no Tocantins e para as campanhas de um senador e um deputado federal do PMDB tocantinense. A CRT também tem a grafia de Construtora Vale do Lontra.

De acordo com os impressos, Rossine seria sócio de Gaguim na BPR Empreendimentos Imobiliários, empresa criada em abril de 2010.

Procurado pelos jornais, Rossine disse estar na sua fazenda em Redenção. Ele afirmou que não falaria sobre o assunto enquanto estivesse fora de Goiânia e prometeu conversar com a reportagem dentro de 15 dias.

O PSDB recebeu a doação após ter elegido o governador Siqueira Campos ainda no primeiro turno. A transferência eletrônica foi creditada no dia 15 de outubro. "Ele sabia que tínhamos dívidas de campanha e procurou o comitê financeiro. Disse que queria ajudar", disse aos jornais a tesoureira da campanha e atual secretária de Planejamento e Modernização da Gestão Pública, Vanda Paiva. (O Popular)