INFORMAÇÕES

NOTÍCIAS DO SUL DO PARÁ, TOCANTINS, MATO GROSSO E MARANHÃO

quinta-feira, 24 de maio de 2012

Redenção: Perseguição no trânsito por pouco não acaba em morte




Duas motos se chocaram no início desta semana no setor Morada da Paz, em Redenção e feriu gravemente a condutora de um dos veículos que teve que ser socorrida por uma ambulância do Corpo de Bombeiros e deu entrada no Hospital Municipal Iraci em estado considerado grave. Alnira de Souza, 28 anos, segundo informações colhidas de testemunhas que estavam no local do acidente, pilotava uma moto CG Fan Titan de cor preta e trafegava em alta velocidade.

Ainda segundo as mesmas testemunhas, a mulher estaria sendo perseguida por uma viatura do Departamento Municipal de Trânsito e Tráfego (DMTT), de Redenção e ao tentar passar por um cruzamento chocou-se violentamente com outra motocicleta CG titan Sport, também de cor preta, que era conduzida por um homem de prenome Alex, que saiu ileso do acidente.

De acordo com informações colhidas pela reportagem, Alnira de Souza que estaria irregular na condução do veículo, não atendeu ao sinal de parada dos agentes de trânsito que passaram a persegui-la. Atormentada, a motociclista bateu contra outra moto e foi arremessada a cerca de dez metros do local da colisão. De acordo testemunhas, ela estava inconsciente quando foi atendida pelo Corpo de Bombeiros, antes de ser encaminhada ao hospital.

Alguns populares que presenciaram o acidente ficaram revoltados com a ação dos agentes de trânsito em perseguir as pessoas nas ruas. “Eles não são policiais, portanto não tem esse direito”, desabafou Cíntia Gomes, que esteve no local.

Até o fechamento desta matéria, Alnira continuava internada no hospital Iraci, em Redenção. A reportagem tentou contato com alguém do Departamento Municipal de Trânsito para falar sobre o assunto, mas ninguém foi localizado. (Paulo Carrion)