INFORMAÇÕES

terça-feira, 29 de maio de 2012

Redenção: Presídio virou um barril de pólvora

A superlotação no presídio de Redenção pode ter sido a causa principal da briga entre os detentos ocorrida no sábado (26) à tarde. A confusão começou depois que 15 detentos do bloco B 12, armados de estaques e pedaços de madeira invadiram o bloco C, e agrediram um grupo de 17 presos.

Dezessete presos ficaram feridos e foram atendidos no hospital municipal Dr. Iraci Araújo. Dois presos em estado mais grave foram atendidos no Hospital Regional. A confusão só acabou com a chegada do Grupo de Operações Especiais-GTO do Batalhão da Polícia Militar de Redenção.

Segundo informações, os motivos que provocaram o conflito estão relacionados à extorsão praticada
contra presos e familiares por uma facção do mal que comanda o tráfico de drogas dentro do Presídio de Redenção.
Segundo o relato do parente de um detento, que está ameaçado pelo líder da facção criminosa, através do celular o líder do grupo, liga de dentro do presídio fazendo ameaças de morte e tortura. “Nós vamos matar ele (o preso) caso vocês não arrumem o dinheiro que ele nos deve”, relatou um parente de um dos detentos. 

Após a invasão da PM nos blocos, foi feita uma varredura em todas as celas. Foram encontrados estoques de ferros, cadeados serrados, baterias, carregadores, aparelhos celulares, 110 petecas de crack e uma trouxa de maconha.

Por medida de segurança, o diretor do Presídio, Tenente Cleber Gomes de Souza, solicitou a transferência de 12 detentos que se envolveram na briga para o presídio de Americano, em Belém. (Dinho Santos)