INFORMAÇÕES

sexta-feira, 15 de junho de 2012

Prefeito de Marabá é condenado a pagar R$ 26 mil e a retirar outdoors

Em sentença prolatada ontem, quinta-feira, 13, o juiz eleitoral Eduardo Antonio Martins Teixeira, da 100ª Zona Eleitoral de Marabá, julgou procedente a representação do Ministério Público Eleitoral, que considerou propaganda extemporânea por parte do prefeito Maurino Magalhães de Lima uma série de placas e outdoors espalhados pela cidade no período de 15 dias. Além disso, o magistrado condenou o gestor municipal a pagar duas multas combinadas que totalizam R$ 25.926,40.



A representação do Ministério Público, assinada pela promotora Alexssandra Muniz Mardegan, alegava que ele havia afixado diversas placas, banners e outdoors (com dimensões superiores a 4m²) em todos os bairros da cidade, divulgando obras da Prefeitura Municipal de Marabá, inclusive, oriundas de verba federal.