INFORMAÇÕES

quinta-feira, 26 de julho de 2012

Assaltante do Bradesco em Tucumã é preso em Belém

Um integrante da quadrilha interestadual que assaltou, no dia 6 de julho, uma agência bancária do Bradesco, no município de Tucumã, foi preso por agentes do Núcleo Integrado de Polícia (NIP) e apresentado na quarta-feira (25) na Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (DRCO).

Daniel Nonato Cardoso da Silva, de 34 anos, mais conhecido como 'Camarão', foi preso inicialmente por falsidade ideológica, pois foi flagrado fazendo compras com a esposa e o filho em um shopping da capital paraense usando documentos falsos.

Após a prisão, o acusado foi levado ao município de Tucumã por agentes da polícia para fazer uma reprodução simulada dos fatos no local em que a quadrilha ficou depois do assalto.

No interrogatório, 'Camarão' confessou a participação no assalto e ainda revelou nomes de mais participantes do bando. De acordo com o delegado André Costa, responsável pelo caso, 'Camarão' disse que todo o armamento utilizado no roubo foi levado para outros Estados por demais integrantes da quadrilha.

Ainda de acordo com o depoimento do assaltante, ele teria ficado com R$ 50 mil dos R$ 300 mil roubados da agência. Esse valor seria dividido entre alguns componentes da quadrilha, que estariam presos em outros Estados.


Além da falsidade ideológica, o bandido foi autuado por formação de quadrilha e porte ilegal de arma de fogo.

De acordo com o delegado André Costa, mais de 60% dos integrantes da quadrilha responsável pelo roubo já foram identificados. 'Nós já temos os nomes de 15 assaltantes e estamos investigando para efetuar a prisão de todos', disse.

Além do assalto, os acusados mantiveram dezenas de clientes e funcionários reféns dentro da agência por aproximadamente uma hora. A polícia ainda chegou a agir, mas não conseguiu conter a fuga do bando. Após o roubo, eles fugiram pela PA-279, com destino ao município de São Félix do Xingu. Segundo testemunhas, o bando escapou em duas caminhonetes. (ORM)