INFORMAÇÕES

sábado, 21 de julho de 2012

Comissão Nacional de Combate à Violência no Campo volta ao Pará


Discussão é sobre conflitos na área de Marabá, onde trabalhadores sem-terra e seguranças da Fazenda Cedro entraram em confronte em junho.

De 23 a 28 de julho, a Comissão Nacional de Combate à Violência no Campo (CNVC) volta ao Pará para discutir as tensões na região sudeste do estado. O ouvidor agrário do estado, Otávio Marciel, estará presente nos encontros. No final do mês de junho, um conflito entre trabalhadores sem-terra e integrantes da guarda armada da Fazenda Cedro, em Marabá (PA), deixou 14 pessoas feridas.

As reuniões acontecem pela manhã e pela tarde nas sedes do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) em Marabá e Tucuruí, mas se referem a situações em quatro municípios, incluindo as cidades de Breu Branco e Goianésia do Pará.
Entenda o Caso
No dia 21 de junho trabalhadores sem-terra acampados no município de Marabá realizavam uma manifestação em frete a Fazenda Cedro quanto entraram em confronto com seguranças da fazenda.

Ao todo, 14 trabalhadores sem-terra e um segurança teriam ficado feridos. Três sem-terra precisaram passar por cirurgia para retirada de balas.

Na ocasião, representantes do Incra, da ouvidoria agrária e do CNVC estiveram na região. Agentes do batalhão de choque da polícia militar foram designados ao local para garantir a segurança.

No início do mês de julho, o inquérito policial foi concluído e indicou o indiciamento de cinco sem-terra por crimes de invasão, dano qualificado e incitação e de seis seguranças por crime de lesão corporal. (G 1)