INFORMAÇÕES

quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Greve de professores da Uepa completa um mês

A greve dos professores da Universidade do Estado do Pará (Uepa) completa um mês, amanhã. Os docentes fizeram, ontem de manhã, uma manifestação em frente ao Centro Integrado de Governo (CIG) para abrir negociação com o governo, mas não foram recebidos pelo secretário especial de Promoção Social, Nilson Pinto.

A coordenadora geral em exercício do Sindicato dos Docentes da Uepa (Sinduepa), Elizabeth Rodrigues, disse que a proposta do governo estadual de aumento de 23% não foi aceita pela categoria. Segundo ela, o reajuste iria equiparar o salário do professor de início de carreira ao piso do professor sem graduação da Secretaria de Estado de Educação (Seduc).

 'Essa carreira, sem graduação, está em extinção. Com esse reajuste, o professor passaria a receber R$ 1.451,00. Atualmente, o professor em início de carreira e com 40 horas ganha 1.244,00. O que estamos querendo é 15% em cima de 1.451,00, que daria R$ 1.668,65', explicou