INFORMAÇÕES

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

FPF “esfria” Copa Extremo Sul de Seleções

A Federação Paraense de Futebol, através do departamento do interior, “esfriou” a principal competição de futebol amador do sul do Pará, a Copa Extremo Sul de Seleções. O município campeão da Copa Extremo Sul garantia vaga na fase final do Intermunicipal, que é disputado em Belém, porém a FPF não reconhece mais essa competição e já realizou a final do Intermunicipal, no último sábado (24), com a seleção de Colares vencendo Muaná, por 3 a 0 e sagrando-se campeã.

Como não há premiação para a seleção campeã do Extremo Sul, a motivação seria ir a Belém, assim o segundo jogo da final entre Floresta do Araguaia e Ourilândia do Norte perdeu a motivação.

O primeiro jogo da final da Copa Extremo Sul, foi realizado no domingo (25), em Tucumã, e Ourilândia foi derrotada por Floresta do Araguaia, por 3 a 1.

RETALIAÇÃO

Em reunião no meio do ano em Xinguara, entre o representante da FPF e os dirigentes de ligas do Extremo Sul, ficou acertado que a entidade máxima do futebol no estado ficaria fora da organização. Assim a FPF não reconhece mais a Copa Extremo Sul de Seleções.

A confusão se deu porque a seleção de Redenção escalou o atleta Hugo em situação irregular no jogo contra Rio Maria. Hugo é atleta profissional – defendia o Guaraí no campeonato tocantinense - e o regulamento não permite. Assim, dirigentes de Rio Maria pediram a perda dos pontos da seleção redencense. O caso foi parar no Tribunal de Justiça Desportiva (TJD), o qual até hoje não deu nenhum parecer e o Extremo Sul do Pará ficou sem representante na fase final do Intermunicipal de 2011.

Em solidariedade à FPF a seleção de Xinguara não participou da Copa Extremo Sul.