INFORMAÇÕES

domingo, 25 de novembro de 2012

Xinguara: repórter está com medo de ser assassinada

Repórter diz que está com medo
A repórter da TV Record de Xinguara, Vânia Cardoso, 32 anos, registrou um boletim de ocorrência, denunciado que está sendo ameaçada de morte. No dia 17 de novembro de 2012, ela teria sido procurada pelo homem de nome João Pedro o qual lhe falou que tinha sido contratado por R$ 2.000,00 pelo ex-detento Cícero Gomes Feitosa, para matá-la. O serviço só não foi concretizado porque quando João Pedro chegou à casa da repórter reconheceu os pais dela que estavam sentados na porta, o que o fez desistir da empreitada.

De acordo com João Pedro, tudo começou dentro do presídio de Redenção onde ele e o acusado Cícero Gomes Feitosa, estavam cumprindo pena. Teria sido lá que Cícero teria revelado a vontade de matar Vânia em razão de uma matéria publicada na emissora que ela trabalha, quando ele, Cícero, foi preso em março de 2011 acusado de ter estuprado várias mulheres em Xinguara.

A repórter Vânia Cardoso passou a ter uma vida regrada. Ela não sai mais à noite, e quando vai fazer suas reportagens durante o dia, tem o maior cuidado, pois teme um mal maior possa ocorrer com ela. (Edmar Brito)