INFORMAÇÕES

NOTÍCIAS DO SUL DO PARÁ, TOCANTINS, MATO GROSSO E MARANHÃO

sexta-feira, 8 de março de 2013

Goleiro Bruno é condenado a 22 anos e 3 meses pela morte de Eliza Samudio

Bruno alimentava esperança de ser absolvido

O goleiro Bruno Fernandes foi condenado a 22 anos e 3 meses de prisão pela morte da ex-amante Eliza Samudio na madrugada desta sexta-feira (8). Do total, 17 anos e seis meses serão cumpridos em regime fechado.

Os jurados consideraram o ex-atleta culpado pelos crimes de homicídio triplamente qualificado (motivo torpe, meio cruel e recurso que impossibilitou a defesa da vítima) e ocultação de cadáver de Eliza, e sequestro e cárcere privado do filho Bruninho. Por sua confissão, a pena foi reduzida em três anos, mas aumentada em seis meses por ter sido o mandante do crime.

Já a ex-mulher de Bruno, Dayanne Rodrigues do Carmo, foi absolvida dos crimes de sequestro e cárcere privado da criança que o jogador teve com a vítima. Eliza foi morta em 10 de junho de 2010.

O julgamento começou na última segunda-feira (4) no fórum de Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Bruno esta preso há 3 anos acusado de ser o mandante do crime.

Em novembro de 2012, o ex-braço direito e amigo de Bruno, Luiz Henrique Ferreira Romão, o Macarrão, foi julgado e, após confessar o crime, foi condenado a 15 anos de prisão (12 em regime fechado).

As condenações não são o desfecho da história. Além de dois julgamentos de outros três acusados, marcados para abril e maio deste ano, novas investigações estão em andamento para apurar a possibilidade de outros dois ex-policiais civis mineiros terem participado do assassinato com Marcos Aparecido dos Santos, o Bola. (G1)


Goalkeeper Bruno is sentenced to 22 years and 3 months for the death of Eliza Samudio

The goalkeeper Bruno Fernandes was sentenced to 22 years and 3 months in prison for the death of former lover Eliza Samudio early on Friday (8). Of the total, 17 years and six months will be met in a closed regime.

Jurors found former athlete guilty for the crimes of murder triply qualified (base reasons, through cruel and feature precluding the defense of the victim) and concealment of corpse Eliza, and kidnapping and false imprisonment of his son Bruno. In his confession, the sentence was reduced to three years, but increased in six months for being the mastermind of the crime.

Since the ex-wife of Bruno, Dayanne Carmo Rodrigues, was acquitted of the crimes of kidnapping and false imprisonment of a child who had the player with the victim. Eliza was killed on June 10, 2010.

The trial began last Monday (4) Count the forum, in the Metropolitan Region of Belo Horizonte. Bruno is in jail for 3 years accused of being the mastermind of the crime.

In November 2012, the former right-hand man and friend of Bruno, Luiz Henrique Ferreira Romao, the Macaroni, was tried and, after confessing to the crime, was sentenced to 15 years in prison (12 in closed regime).

Convictions are not the outcome of the story. Apart from two trials of three other defendants, scheduled for April and May this year, further investigations are underway to determine the possibility of two other former police officers have participated in the murder miners with Marcos Aparecido dos Santos, the Ball. (G1)