INFORMAÇÕES

sexta-feira, 19 de abril de 2013

Marabá: Polícia conclui que professor morto foi vítima de latrocínio

Policiais civis elucidaram o crime de latrocínio que vitimou o professor universitário Edivan Alves Pereira, em 26 de março deste ano, em Marabá, no sudeste do Pará. Após matarem a vítima, os criminosos subtraíram dela carro, motocicleta, televisores, telefones celulares e outros objetos. Dois acusados do crime foram presos depois de mandado de prisão preventiva expedido pela 4ª Vara Criminal de Marabá.

Dois menores, também envolvidos no crime, estão no Centro de Internação do Adolescente Masculino de Marabá. Eles foram apreendidos em cumprimento a mandados de internação expedidos pelo Juizado da Infância e Juventude.

Durante as investigações, a Polícia Civil constatou que um deles conheceu a vítima em um bate-papo na internet, e convidou o outro menor para ambos conhecerem pessoalmente o educador. Eles passaram, então, a se relacionar afetivamente com a vítima.
Outro preso foi Rone Mota Rodrigues Reis, 27 anos, que escondeu os criminosos em casa, após o crime.