INFORMAÇÕES

NOTÍCIAS DO SUL DO PARÁ, TOCANTINS, MATO GROSSO E MARANHÃO

sábado, 15 de junho de 2013

Marabá: Justiça Eleitoral tira ex-prefeito das urnas até 2021

Maurino está no pau da goiaba
O ex-prefeito de Marabá, Maurino Magalhães de Lima, não poderá se candidatar a nenhum cargo eletivo até o ano de 2021.

A decisão da juíza da 23ª Zona Eleitoral de Marabá incluiu na decisão a bispa Edna Luzia de Souza Costa, candidata a vice-prefeita de Magalhães nas eleições de 2012, em que eles ficaram em terceiro lugar, com apenas 9 mil votos nas urnas.

A denúncia contra Maurino ocorreu logo após o processo eleitoral e foi feita pelo Ministério Público Estadual, que alegou que Maurino agrediu as normas e princípio do processo eleitoral, mais especificamente a moralidade e o equilíbrio entre os participantes das eleições de 2012, época em que ainda era prefeito de Marabá.

Segundo a denúncia, Maurino “usou artifícios para obter vantagem em sua pretensão eleitoral ao sancionar a Lei 17.542/2012, em 6 de junho de 2012, ofertando vantagem pecuniária (reajuste salarial) a todos os servidores do sistema de educação municipal. (Zé Dudu)