INFORMAÇÕES

quinta-feira, 20 de junho de 2013

"O povo ainda reclama", diz prefeito de cidade que tem ônibus de graça

Os oito ônibus que circulam na cidade não cobram passagens (Foto: Prefeitura de Ivaiporã/Divulgação)
Na pauta de diversos protestos espalhados pelo Brasil, o passe livre do transporte coletivo é realidade há 12 anos em Ivaiporã, no norte do Paraná. A administração do município de 32 mil habitantes banca integralmente o custo da tarifa das linhas urbanas, cujos ônibus realizam em torno de 20 viagens diárias. Mesmo com a gratuidade, há quem reclame do sistema, segundo o prefeito Luiz Carlos Gil.

"O atual sistema dá conta da demanda, mas nós recebemos diariamente pedidos como a abertura de novas linhas. Nós precisamos, sim, melhorar o sistema, a qualidade dos ônibus. Ainda que seja de graça, não pode atrasar, senão o povo ainda reclama", conta o prefeito.

São oito veículos que atendem a todas as linhas urbanas, ao custo anual de R$ 500 mil. De acordo com o prefeito, os gastos equivalem a 1% do orçamento do município, que é de R$ 50 milhões. “São cerca de cinco mil passageiros que utilizam o transporte. Como a cidade é pequena, e o pessoal vai almoçar em casa, acaba utilizando, em média, quatro vezes por dia”, calcula.