INFORMAÇÕES

terça-feira, 24 de setembro de 2013

Caso Welbert: Investigação poderá ser federalizada

Deputados querem o caso em nível federal
Os deputados paraenses Cláudio Puty (PT), Giovanni Queiroz (PDT) e Josué Bengtson (PTB) decidiram pedir a federalização das investigações sobre o assassinato do tratorista Welbert Cabral Costa, ocorrida na fazenda Vale do Triunfo, pertencente ao Grupo Santa Bárbara, empresa ligada ao Grupo Opportunity, que tem entre os acionistas o banqueiro Daniel Dantas.

Os parlamentares tiveram acesso ao inquérito da Polícia Civil do Pará e se reuniram, na última quarta-feira (18), em São Félix do Xingu, com parentes das vítimas, trabalhadores rurais e vereadores de São Félix do Xingu, que fizeram novas denúncias. O tratorista, de 26 anos, foi morto com um tiro na nuca na fazenda Vale do Triunfo.

O crime ocorreu no dia 24 de julho, mas seu corpo só foi encontrado em agosto. Dois funcionários da fazenda foram presos, acusados de assassinato e ocultação de cadáver. Um deles confessou o crime e alegou legítima defesa. Welbert teria ido à fazenda para cobrar R$ 18 mil de dívidas trabalhistas. Insatisfeitos com o andamento das investigações, a família e os amigos da vítima chegaram a fazer manifestações em Belém. (Diário do Pará)