INFORMAÇÕES

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Itaituba: Advogados querem a prisão preventiva de suspeito de matar advogada

Mãe, filha e funcionária foram mortas a facadas
O presidente da OAB-PA, Jarbas Vasconcelos, e advogados de Itaituba, se mostraram insatisfeitos com o trabalho da polícia do município, que decidiu liberar Altair Santos, principal suspeito do assassinato da procuradora Leda Marta Lucyk dos Santos, 40 anos.

“Vale ressaltar que o motivo dessa insatisfação é devido à relação de amizade existente entre o delegado que estava no caso e o suspeito do crime, o também advogado Altair Santos, ex-companheiro da diretora da subseção”, informou o presidente da OAB-PA. Segundo Jarbas, a amizade existente entre eles podia comprometer a isenção do policial nas investigações.
 
O CRIME
O corpo de Leda foi encontrado na noite de sábado (22) dentro da loja da qual era dona, com várias perfurações causadas por um objeto cortante. Ao lado dela estava o corpo de sua filha, Hannah Estela, 10 anos, e da funcionária da loja, Taynara Siqueira, ambas também com perfurações no corpo.

(DOL com informações da OAB-PA)