INFORMAÇÕES

domingo, 16 de fevereiro de 2014

Redenção: Mulher é assassinada por asfixia, diz laudo do IML

Thays pode ter sido assassinada pelo marido
Thays Moreth, de 26 anos, natural de Redenção, é suspeita de ter sido assassinada por asfixia pelo marido de nome Warley, cujo relacionamento estava abalado. Segundo familiares, Thays não queria mais viver na companhia do marido, mas ele não aceitava a separação.

O corpo de Thays foi encontrado dentro de sua casa, na manhã de sábado (15/02) sem vida. Em princípio suspeitava que ela havia se suicidado.

O marido Arley Marinho Luz, 31 anos, que está preso, é suspeito de ter matado a esposa asfixiada com um travesseiro, pois segundo laudo da perícia do IML de Marabá constatou asfixia e o assassinado teria usado um travesseiro.
Arlei Marinho Luz

Thays é filha de Sandro Moreth, ex-jogador de futebol amador de Redenção e já falecido, e sobrinha do desportista Caçula, pessoa bastante conhecida no meio esportivo de Redenção. Thays deixa dois filhos menores, um de 7 e outro de 4 anos. Ela tem uma irmã que reside em Goiânia.